Connect with us

I Liga

Lage falou sobre os 4 guarda-redes que o Benfica tentou e falhou

Na conferência de imprensa desta sexta-feira, Bruno Lage abordou o facto do Benfica ter tentado contratar um guarda-redes no recente mercado de verão.

Sem rodeios, o técnico encarnado admitiu quais foram os 4 alvos, detalhou cada caso e explicou a razão de querer um novo guarda-redes:

“Sabendo que tínhamos dois jovens valores, o Ivan Zlobin e o Svilar, entendemos que podíamos trazer mais experiência ao lugar. Ele (Vlachodimos) aceitou, percebeu e a partir daí começámos. Primeiro jogador: Cillessen. Em dois, três dias percebemos que era difícil trazer o jogador. Numa conferência anterior perguntaram-me se eu tinha gostado da eliminação do FC Porto da Liga dos Campeões. Não, porque enquanto não formos um campeonato competitivo, não vamos conseguir trazer determinados jogadores. Eu acredito muito no vosso trabalho, é através de vós que falamos com o adepto, mas há certas alturas em que termos de perceber que tipo de fontes queremos para cada assunto. Esta (Cilessen) foi a primeira solução, em dois, três dias. Depois, vou dizer, não tenho problema nenhum: Fabianski. Num dia percebemos que por questões financeiras seria impossível, até que surgiu a terceira opção, pelo facto de o Buffon regressar à Juventus. Atacámos o Perin e conseguimos, infelizmente, devido a uma lesão, não atingimos o acordo final.

Por último, Gulácsi. Recebemos a informação de que o clube lhe tinha prometido um projeto diferente, mas ficámos a saber e vocês passaram essa informação, a uma semana do fecho do mercado, o clube disse que não havia hipótese de entrar em negociações. É isto que é fundamental os nossos adeptos perceberem. Vejam a qualidade destes jogadores, o nível que queríamos trazer para o plantel do Benfica, e situações que foram caindo em dois ou três dias. Estivemos numa maratona até ao final do mercado.”

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in I Liga