Connect with us

Futebol Entrevistado

Davidson: “O 5º lugar para nós desde o início era o objetivo”

Após a sua primeira temporada no Vitória SC em que marcou 10 golos e fez 9 assistências, Davidson concedeu-nos uma curta entrevista em que também falou das suas passagens pelo Covilhã e Chaves, além da importância de Luís Castro, entre outros assuntos.

RD: Como surgiu a possibilidade de vires para Portugal e reforçares o Covilhã? 

Davidson: A oportunidade surgiu através de um amigo meu (Elenilson) que na época jogava no SC Covilhã e apresentou o meu material ao pessoal do clube, e ouve o interesse…

RD: Foi fácil a adaptação ao nosso país e ao futebol que aqui se pratica? Ainda por cima logo numa das zonas mais frias do país…

Davidson: O início é sempre complicado, mas me adaptei bem ao clima, ao estilo de jogo que é bem diferente do Brasil. A Segunda Liga é um futebol de mais contato, foi muito importante para mim a minha passagem pelo Sporting da Covilhã, aprendi muito lá. Sou grato a cada pessoa que de alguma forma me ajudou a crescer.

RD: Que balanço fazes desta primeira temporada no Vitória SC a nível individual e coletivo?

Davidson: Foi uma temporada importante para mim, o Vitória SC é um grande clube e sinto-me honrado em vestir esta camisola. Os objetivos foram alcançados, o 5º lugar para nós desde o início era o objetivo…
Individualmente estou feliz de ter contribuído para isto, também estou feliz em atingir a minha meta de 10 golos na época.
Graças a Deus os objetivos da época foram bem sucedidos!

RD: Sentes que o Luís Castro teve um papel fundamental na tua mudança para Guimarães? Como é trabalhar com ele?

Davidson: Acho que sim, trabalhei com o Mister Luís Castro no GD Chaves e tive uma evolução muito boa lá, fiquei muito feliz de ter vindo para o Vitória SC com ele…

Os trabalhos são muito bons, ele procura tirar o melhor do jogador!

RD: Quais são as tuas expectativas para a próxima temporada?

Davidson: Ter o máximo de minutos possíveis, atingir os objetivos do clube e os meus também!
Ser feliz jogando futebol, fazer uma época ainda melhor do que a última!

RD: Como recebeste a notícia da descida do Chaves? Que importância tem para ti este clube?

Davidson: A notícia foi muito triste, pois o GD Chaves é um clube que tenho um carinho enorme, pois me abriu as portas para a Primeira Liga. Tenho muitos amigos no clube e na cidade, e o sentimento é de tristeza…
Espero que o GD Chaves volte o mais rápido possível para a Primeira Liga!

RD: Tens alguma história engraçada ou caricata vivida no mundo do futebol que nos possas contar?

Davidson: No GD Chaves(risos), eu e um amigo fizemos uma música para um colega de equipa… e ficávamos no balneário cantando, quando tínhamos estágio… ele ficava louco(risos).

No futebol temos muitas histórias…

Saiba mais sobre Davidson:

Este extremo brasileiro tem 28 anos e chegou a Portugal em 2015/16 para representar o Covilhã. Convenceu rapidamente e a meio da época seguinte rumou ao Chaves após somar 12 golos e 5 assistências em 66 jogos pelos serranos.

Em Trás-os-Montes voltou a apresenta um bom nível na sua estreia na Primeira Liga com 6 golos e 9 assistências  em 53 jogos ao longo de mais uma temporada e meia.

Nesta época viajou com Luís Castro para Guimarães onde soma os melhores números da sua carreira em Portugal  com 10 golos e 9 assistências em 39 jogos.

Tem contrato com os minhotos até 2022.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in Futebol Entrevistado