Connect with us

Competições Europeias

Klopp arrasa a UEFA: “Não sei o que tomam ao pequeno-almoço”

Esta sexta-feira na antevisão da partida decisiva de domingo contra o Wolves, Jurgen Klopp teceu várias críticas à UEFA.

O treinador alemão não compreende como é possível que a final da Liga dos Campeões seja disputada a 1 de junho e a Liga das Nações arranque no dia 5(sendo que a Inglaterra joga no dia 6):

«Dia 1 de junho vamos jogar a final da Liga dos Campeões e no dia 6 há uma prova maravilhosa chamada Liga das Nações. Toda a gente ficou a olhar para mim quando disse que não era boa ideia e agora: ups, surpresa! Duas equipas inglesas na final da Champions. Mas se fosse uma equipa holandesa não seria um cenário melhor. Se não aprendermos a gerir melhor os nossos jogadores do ponto de vista competitivo, vamos matar esta bela modalidade. Agora, são outras pessoas que têm de lidar com isto, não Gareth Southgate, que não tem culpa.

Planear as coisas assim e depois ficar surpreendido por duas equipas de topo chegarem à final da Champions e os seus jogadores estarem na Liga das Nações, é um planeamento muito interessante. Se também fizéssemos as coisas assim, seríamos surpreendidos todas as semanas na Premier League. Graças a Deus não o fazemos.»

Klopp abordou ainda o facto da final da Liga Europa se realizar em Baku no Azerbaijão:

«Ser em Madrid deve sair caro, mas pelo menos não é do outro lado do Mundo. Ir a Baku para jogar uma final da Liga Europa é engraçado. Não sei o que os tipos que decidem estas coisas tomam ao pequeno-almoço. No ano passado foi em Kiev, uma cidade maravilhosa, mas não o seria se fosse uma equipa russa. E depois é preciso estar tudo preparado. Madrid tem de estar preparada para, sei lá, 200 mil adeptos ingleses. Já sabiam que isto podia acontecer. Mas Baku, nem sei como se vai para lá, se existem sequer voos regulares. Estas decisões têm de ser mais razoáveis. Parece-me uma irresponsabilidade.», aponta o técnico do Liverpool.

Ainda sobre este assunto, acrescentamos que já surgem várias críticas dos adeptos do Chelsea e Arsenal relativamente ao local da final.

Vão jogar a mais de 4 mil km´s de distância e neste momento não existem sequer voos directos entre Londres e Baku disponíveis para essa altura. O pack de viagem do Chelsea custa 1130 euros!

Mas os erros não ficam por aqui. O estádio olímpico de Baku têm uma lotação de cerca de 69 mil lugares, mas os dois clubes londrinos apenas vão receber 6 mil bilhetes cada…

Na final da Liga dos Campeões, o número de bilhetes para os clubes é um pouco maior, mas igualmente baixo face ao que sobra. Liverpool e Tottenham terão direito a 17 mil bilhetes cada, sendo que o Wanda Metropolino do At. Madrid leva 67 mil pessoas.

Estão aqui mais algumas provas de que o futebol é cada vez mais um negócio para a UEFA e para outro tipo de organizações.

Felizmente ainda existem pessoas dentro do futebol sem medo de apontar as críticas ao sistema.

Click to comment

Leave a Reply

O seu endereço de email não será publicado.

More in Competições Europeias