O que se passa com este Valencia de Guedes, Vezo e companhia?

Em Espanha, o Real Madrid não é a única equipa que está a desiludir. O Valencia também está muito longe daquilo que era esperado.

A equipa de Marcelino Toral encantou na temporada anterior, conseguiu um 4º lugar e chegou às meias-finais da Taça mas neste início de época está irreconhecível.

O que não deixa de ser estranho até porque praticamente não perdeu nenhum dos seus jogadores mais importantes. Andreas Pereira e Vietto terminaram os seus empréstimos e Zaza saiu mas foi claramente por opção. Por outro lado entraram Batshuayi, Gameiro e Cheryshev. Além disso, Piccini, Diakhaby e Wass também reforçaram a equipa perante as saídas de Montoya e Maksimovic.

Resumindo, claramente a equipa “che” não está mais debilitada. Guedes foi adquirido em definitivo após empréstimo mas também não está a apresentar o nível da época transacta.

Num total de 15 jogos somam apenas 2 vitórias, 10 empates e 3 derrotas. No campeonato ocupam o 15º lugar com 11 pontos e já estão a 9 dos quatro primeiros.

Na Taça do Rei sentiram imensas dificuldades para bater por 2-1 uma equipa do terceiro escalão na 1ª mão da 4ª ronda. Apesar de terem jogado desde o minuto 29 com mais um elemento ainda viram o Ebro ganhar vantagem aos 62 minutos. No entanto, Santi Mina acabou por dar a volta com um bis.

Por outro lado, na Champions somam dois empates e uma derrota. A derrota em casa com a Juventus na teoria é “normal”, mas também é verdade que jogaram 61 minutos com mais um elemento. Sofreram os dois golos do encontro depois disso. O empate em Manchester foi depois um resultado positivo, mas de pouco vale quando na deslocação ao Young Boys não conseguiram melhor que isso…

Perante tudo isto, Marcelino Toral tem certamente o lugar em perigo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.