Henrique(ex-Boavista) foi enganado por clube do Chipre

O central português de 31 anos terminou neste último verão a sua ligação ao Boavista e assinou pelo Pafos FC mas o clube cipriota não cumpriu com as suas obrigações e rescindiu inexplicavelmente de forma unilateral com o jogador.

Henrique explica aquilo que viveu no Chipre e diz que não é um caso único: «O que se passou no Chipre foi uma desilusão, mas não sou caso único. No passado, outros jogadores que assinaram contrato com clubes do Chipre também foram enganados.

Fiz uma excelente pré-época, mas, a certa altura, fui colocado de parte pelo treinador. São opções técnicas que respeito. Só não encontro explicação para o facto de o Pafos FC não me ter inscrito e de mais tarde ter procedido à rescisão unilateral».

Henrique encontra-se agora livre para assinar por qualquer clube, não tendo de esperar pelo mercado de janeiro.

Entretanto irá também lutar pelos seus direitos perante o despedimento ilícito que foi alvo revelando que o assunto está «entregue ao gabinete jurídico do Sindicato dos Jogadores, a quem agradeço o apoio prestado, pois, diariamente, têm sido uma grande ajuda nesta fase difícil da minha carreira».

Antes de passar pelo Boavista o central também já representou clubes como o Feirense, Penafiel, Blackburn, Arouca, Académica ou Aves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.