Dinamarca convocou apenas jogadores das divisões inferiores e que praticam futsal

Incrível. A “batalha” entre o sindicato de jogadores dinamarqueses e a Federação Dinamarquesa de Futebol devido aos contratos de patrocínio dos atletas resultou numa situação insólita, mas acima de tudo humilhante para o país nórdico.

As duas partes não chegaram a acordo e a Federação Dinamarquesa acaba de anunciar que convocou apenas jogadores que actuam nas divisões inferiores e que praticam futsal. Entre os eleitos estão então 15 jogadores da 3ª divisão, 4 da 4ª divisão e 5 que praticam futsal.

Os jogadores seleccionados recusaram-se a comparecer, tal como o seleccionador Age Hereide que será nestes dois jogos substituído por John Faxe Jensen.

Caso a Dinarmarca falha-se os jogos que tem marcados para amanhã com a Eslováquia(jogo de preparação) e para domingo contra o País de Gales(Liga das Nações) arriscava-se a ser sancionada com “multas milionárias e a possibilidade de exclusão da seleção nacional durante vários anos” conforme explicou o director Kim Hallberg.

Recorde-se que a selecção feminina já tinha boicotado um jogo de apuramento para o campeonato do mundo, e logo diante da Suécia, em protesto por melhores condições de trabalho. Situação que provocou uma multa de 20 mil euros, uma derrota por 3-0 e um sério aviso da UEFA: se no espaço de quatro anos, alguma das equipas da Dinamarca protagonizar algo idêntico a Dinamarca será retirada de todos os torneios da UEFA.

O CEO da Federação, Claus Bretton-Meyer também demonstrou a sua preocupação com o caso: «É uma situação profundamente lamentável. Tanto para a equipa, adeptos e todos os que estão envolvidos no futebol dinamarquês. Esperávamos que os jogadores comparecessem quando lhes oferecemos os mesmos subsídios, bónus, seguro pago e melhores condições de voo, cozinha e tratamento. Agora estamos a trabalhar para encontrar os melhores jogadores possíveis para disputar os dois jogos pela Dinamarca. É crucial para o futuro do futebol dinamarquês. Se os jogos não forem jogados, podemos ter de enfrentar milhões de multas e exclusões e o futebol dinamarquês será devolvido à Idade da Pedra em muitas área».