UEFA pune Lyon com um jogo à porta fechada por desordem e racismo

O Lyon vai jogar à porta fechada um jogo em casa da Liga dos Campeões, como castigo por desordem e racismo num encontro da Liga Europa, anunciou esta segunda-feira a UEFA.

O órgão disciplinar da UEFA aplicou ainda uma multa de 100 mil euros ao clube francês e um segundo jogo à porta fechada, suspenso por um período probatório de dois anos.

A UEFA acusa o Lyon, além de desordem e práticas racistas, de arremesso de objetos para o relvado, utilização de artefactos pirotécnicos e de incumprimento no que respeita à segurança (escadas bloqueadas) no encontro da segunda mão dos oitavos de final da Liga Europa frente ao CSKA Moscovo, numa partida que terminou com a derrota em casa do Lyon (3-2).

O Lyon, que à terceira jornada segue no quarto lugar da Liga francesa, com seis pontos, conhece na quinta-feira os adversários na fase de grupos da Liga dos Campeões, no sorteio a realizar no Mónaco.