Bordéus suspende treinador depois de conferência de imprensa em que arrasou a direção

Gustavo Poyet foi supenso por uma semana pela direção do Bordéus.

O treinador foi suspenso por ter arrasado a direção em conferência de imprensa, após a vitória frente ao Mariupol (2-1), da 3.ª pré-eliminatória da Liga Europa.

Na noite de quinta-feira, o técnico arrasou a direção do clube francês devido à saída de Gaetan Laborde para o Montpellier.

«Não estou contente. Este foi um dos piores dias que vivi no clube. O que o clube fez com Gaetan Laborde é uma vergonha. Disse ao clube para não o deixar sair, enquanto não encontrássemos alguém para o substituir», começou por dizer.

«Não contrataram nenhum jogador e deixaram-no sair. Cheguei ao clube às 11h35. O Laborde já estava em Montpellier. Ninguém me disse nada», continuou, antes de confessar que está a pensar deixar o comando técnico do Bordéus.

«Quero falar com o meu representante e só depois tomar uma decisão. Não sei como é que esta situação vai terminar. Se tenho vontade de continuar? Não. Agiram contra mim, contra os jogadores e contra os adeptos», disse, exaltado.

«Quero e preciso de uma explicação por parte da direção do clube, seja do presidente ou do dono. Amanhã [esta sexta-feira] vão explicar-me tudo e depois decidimos a minha continuidade. Demitir-me? Não sei.», concluiu.

Estas declarações levaram a que a direção do Bordéus suspendê-se de imediato o técnico. Eric Bedouet vai comandar o clube enquanto a suspensão não for levantada.