OFICIAL: Peseiro é o novo treinador do Sporting

Confirma-se a surpreendente notícia avançada pela imprensa desportiva. José Peseiro está de volta ao Sporting depois de ter orientado o clube leonino em 2004/05 e 2005/06. Assina por uma temporada, com outra de opção.

Numa conferência de imprensa realizada no final desta manhã, Sousa Cintra explicou que esta foi uma opção sua:

«Escolha certa, alguém com experiência que conhecesse os jogadores. Era importante ter um português. O nosso amigo José Peseiro esteve aqui há muitos anos e fez um trabalho muito bom. É bom recordar isso, ele foi à final da Taça UEFA, perdeu o campeonato na última jornada, portanto, só isso fala na competência dele. Esteve em grandes clubes, esteve no FC Porto, no Sp. Braga e esteve no estrangeiro. A primeira coisa que perguntei foi se ele estava disponível para tornar o Sporting campeão. A ambição dele é exatamente igual à minha. Há 14 anos quase foi, este ano não pode falhar. Agora, sem ovos não se fazem omoletes, ele precisa de ter a equipa reforçada. Fará a análise do plantel e virão os jogadores certos. Têm de ser jogadores com qualidade e ambição do Sporting. Isso vai acontecer!»

De regresso a Alvalade, Peseiro mostrou-se motivado para este desafio: «14 anos depois, a mesma ilusão e motivação, a responsabilidade de ser treinador deste nobre clube, com mais experiência, os anos permitiram-nos ter trabalho e refletir sobre o que nós éramos e o que somos agora. Sabendo da dimensão deste clube, da responsabilidade que é treinar este clube, com uma massa associativa exigente, enorme, mas também tolerante e compreensiva.

Neste momento importa criar um clima de serenidade e confiança. O presidente da SAD escolheu este treinador, eu escolhi a minha equipa técnica e vamos partir para isto. Sabemos o quão importante é o futebol neste clube.

Sabemos que partimos um pouco atrás, mas temos confiança e sabemos o que queremos. É importante avaliar, analisar, organizar e planear, para retomar o equilíbrio, a estabilidade e a organização de uma equipa de futebol.»

O treinador de 58 anos tem vivido os últimos anos da sua carreira no futebol árabe com breves passagens pelo nosso país. Começou no União de Santarém em 92/93, seguindo-se o União de Montemor, Oriental, Nacional, Real Madrid(como adjunto), Sporting, Al Hilal, Panathinaikos, Rapid Bucareste, Arábia Saudita, Braga, Al Whada, Al-Ahly, Porto, Braga, Al Sarjah e Vitória SC.