Clássico deu empate (0-0)

O clássico que mais atenção despertou nos adeptos portistas, terminou com um empate a zero, e por isso, o FC Porto torna-se campeão nacional da presente temporada. 

Tudo começou a um ritmo lento… Ou melhor, começou mesmo com intervalo de 30 segundos, por tochas dos adeptos. Se as coisas pareciam começar mal, Rafa tudo mudou com uma bola ao poste logo aos 8 minutos de jogo. O Sporting respondia com remates de Bruno Fernandes e arranques de Gelson Martins, mas aos 38 minutos Rafa voltava a atirar ao poste. Apesar das duas bolas ao poste, Rui Patricío seria o verdadeiro herói ao selar o empate ao intervalo, com duas enormes defesas.

A segunda metade, tal como a primeira, começou com novo intervalo… Porque um cabo da câmara que fica por cima do terreno de jogo se desapertou. Situação resolvida, rolou a bola com o Sporting por cima nos primeiros quinze minutos. O Benfica voltou a crescer, e Jiménez aos 70 minutos, desperdiçou uma clara oportunidade de golo. Nos minutos finais, os dois treinador mexeram na equipa e apostaram forte no triunfo, mas o nulo manteve-se até final.

Este resultado, permite ao Porto tornar-se campeão nacional, sem sair do “sofá”. Os dragões jogam amanhã, mas já fazem a festa esta noite. Com um jogo por disputar, Benfica e Sporting, mesmo que o Porto perca os dois próximos jogos, nunca permitirá aos dois clubes de Lisboa conquistar o título nacional.