Liverpool esteve a ganhar por 5-0, mas esta Roma…

Na primeira mão das meias-finais o Liverpool deu hoje um bom passo para chegar à final da Champions ao bater a Roma por 5-2.

Uma exibição fantástica dos “reds” depois da equipa italiana até ter dado boas indicações até aos primeiros 20/25 minutos. Salah voltou a estar em claro plano destaque. Abriu o marcador ao minuto 35 com uma finalização perfeita e em cima do minuto 45 aumentou para 2-0 com classe.

Na segunda parte continuou a fazer-se notar o poder ofensivo da equipa inglesa. Salah passou dos golos para assistências e assistiu para os golos de Mane aos 56 e Firmino aos 61. O brasileiro chegou também ao bis oito minutos depois na sequência de um canto batido por Milner.

O assunto parecia fechado, mas a Roma reduziu para 5-2 com golos de Dzeko aos 81 e Perotti aos 85 de penalti. Dois golos que dão ainda alguma esperança à equipa de Eusebio Di Francesco que precisa agora de vencer por 3-0. Ou seja está muito idêntica aquela que viveu frente ao Barcelona. Não acontece todos os dias, mas…

Curioso que tudo isto aconteceu depois da saída de Mohamed Salah ao minuto 75 para a entrada de Ings.